Notícias

Aplicativo que denuncia foco de dengue em SP

Notícia > Saúde > Aplicativo que denuncia foco de dengue em SP

Na próxima semana, a Prefeitura de São Paulo vai começar a usar dados de um aplicativo de celular para combater o mosquito da dengue. E qualquer pessoa já pode denunciar um possível criadouro.
Veja abaixo o link para baixar o aplicativo:

google play: https://play.google.com/store/apps/details?id=colab.semdengue
apple store: https://itunes.apple.com/br/app/sem-dengue/id1072415965?mt=8

Este sábado (13) foi Dia Nacional de Mobilização contra a dengue. Na capital paulista, 5 mil homens das forças armadas ajudaram no trabalho de combate e prevenção ao Aedes Aegypti. Agora, os mutirões em todo o estado vão até abril.

A Prefeitura de São Paulo também anunciou que vai usar drones para o combate contra a doença na cidade. O equipamento vai ajudar no monitoramento de focos do mosquito, vetor de doenças como dengue, chikungunya e zika, associada ao nascimento de crianças com microcefalia.

A capital paulista registrou 528 casos confirmados de dengue até a terceira semana de janeiro, contra 376 contabilizados no mesmo período em 2015. O aumento foi de 40%. No período de 3 a 20 de janeiro, a capital apresentou 4065 notificações, ou seja, pessoas que procuraram postos de saúde com sintomas da doença.
A Prefeitura prevê que o pico de transmissão da dengue em 2016 ocorra no mês de março. Em 2015, foram 1.346 casos.
Antes de definir o local a serem sobrevoados, a admnistração municipal fez um levantamento dos moradores reincidentes na infração de deixar caixas d´água abertas nos últimos dois anos e mapeou 1,4 mil residências.

Além desses locais, o drone sobrevoará as regiões dos 3 mil pontos estratégicos que já recebem monitoramento da equipe de Vigilância em Saúde. Serão feitos três voos por semana, durante 4 horas cada, em datas programas pelas regionais.

A divulgação sobre o uso do drone havia sido feita em janeiro pela Secretaria Municipal de Saúde, na Campus Party. Na ocasião, Ana Claudia Ferreira, do Núcleo de Mídias Sociais e Tecnologia da pasta, explicou que a estratégia é sobrevoar casas reincidentes em não eliminar focos do mosquito e pontos potenciais para o surgimento ou disseminação do inseto, como borracharias ou lugares abandonados.
 

13/02/2016
Fonte: G1 - São Paulo http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/02/acesse-o-link-para-aplicativo-que-denuncia-foco-de-dengue-em-sp.html
Twitter
FaceBook
voltar